Recortes

Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender. Alexandre Herculano

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Tenho fases como a lua

Ouvi recitar parte deste poema e não resisti em pesquisar mais sobre ele.
É da autoria da poetisa brasileira Cecília Meireles que, ao que consegui apurar, tinha inclusivamente uma avó portuguesa.
Gosto destas palavras. Tocam-me, fazem-me contorcer na cadeira. Tudo porque não posso deixar de me identificar com o sentido das mesmas. É sem dúvida um jogo de palavras mais complexo do que à partida se pode julgar. Fica o registo.



Lua adversa



Tenho fases como a lua

Fases de andar escondida,

fases de vir para a rua...

Perdição da minha vida!

Perdição da vida minha!

Tenho fases de ser tua,

Tenho outras de ser sozinha.



Fases que vão e que vêm,

no secreto calendário

que um astrólogo arbitrário

inventou para meu uso.



E roda a melancolia

seu interminável fuso!

Não me encontro com ninguém

(tenho fases como a lua...)

No dia de alguém ser meu

Não é dia de ser sua...

E, quando chega esse dia,

O outro desapareceu...

11 comentários:

Enfermeiro disse...

Lindo....gostei mt..

Marise Catrine disse...

Lindo Lindo.
;)

Maria de Fátima disse...

Olá Marise the Brise, não conhecia este poema, mas gostei, é muito lindo.Afinal de contas todos nós temos fases como a Lua.Beijocas.

Marise Catrine disse...

É verdade querida Mimi. Todos nós temos um pouco de lua cá dentro.
Ainda bem que dei a conhecer algo novo e belo.
Beijocas
:)

Joicinha disse...

Também considero-me uma mulher de fases e em todas elas trago um ensinamento e um momento, que não abro mão.

Parabéns pela postagem
Gostei muito do seu blog
Já estou seguindo ok!!
Aproveito para convida-la a conhecer o meu cantinho " As Peripécias do Mundo". Espero que sinta-se em casa como sentir ao conhecer o seu.

bjs

Até uma outra visitinha

Joicinha

Essencialma disse...

Saudades amiga borboleta...
Escapou-me este teu post...lindo o poema...principalmente porque traduz as fases que todos nós passamos, vão e vêm....

Beijinhos grandes...cheios de Luz!

Maria de Fátima disse...

Olá Marise, feliz dia da Mulher.Beijocas.

Hod disse...

Oi Mareisse, Mimi.. por onde vc anda,
De um sinal que ainda está por este universo bloguistico.

Bom fim de semana

Beijo pra vc.

cleusa maria disse...

Olá, adoro esse poema. Por vários anos eu trabalhei com meus alunos em interpretações para este texto.
Todos gostavam. E mesmo os alunos
homens acreditavam que tinam fases lunares!!! Pois o texto é muito abrangente e o seu tema no remete
ao recôndito de nossa alma.

O Blog já faz parte de meus favoritos e faço as mentalizações das CHAMAS.

Obrigada por Vocês existirem

Abraços de Luz
Cleusa Maria

W. disse...

Muito Bom... Muito bom mesmo.

domingo disse...

tenho fases em que gostava de me encontrar.
outras não me interessa...





sim,é belo o poema