Recortes

Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender. Alexandre Herculano

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Once again


Aos poucos começo a entender a mensagem.

Começa a ser altura de seguir em frente nesta caminhada... erguer as asas e voar.

Obrigada!!
animegallery.com

6 comentários:

Shin Tau disse...

E nós radiantes de te ver abrir novamente as asas e fazer essa brisa circular!!!

Como diz a Fadinha : Bem HAjas,e eu acrescento por seress tão linda!!!

BEIJOCAS

Maria Paula Ribeiro disse...

Marise, minha amiga.

Então voa, voa sem medo; voa sentindo em ti a liberdade que te preenche; voa sem amarras nem cadeados; voa alto não sentido cansaço nas tuas asas; voa... porque simplesmente é...

Maravilhoso!

Força! Há sempre quem te acompanhe, :-)
Beijo grande

Essencialma disse...

Fico contente por o significado da tua dor, se estar a revelar...

Voa amiga borboleta...acho que tive de pousar um pouco, o cansaço é muito...mas depois alcanço-te depois...

Beijinhos

Marise Catrine disse...

Querida Shin,

E que bem me fez a nossa little conversation. Abriste-me ainda mais caminho ao entendimento.
Adoro-te!
*

Maria Paula Ribeiro,

Fiquei super feliz com estas palavras de carinho.
Obrigada pela energia.
***

Essencialma,

Espero que esse pousar seja breve e nada sério. Aguardo a tua companhia.
Um grande beijo.

Adelaide Figueiredo disse...

Amiga,

Que bom que queiras voar! Mesmo que esse voo ao princípio não seja muito alto e seguro, à medida que ganhaares confiança ele vai ser bem alto rumo a tudo o que tu desejas.
Beijos

Marise Catrine disse...

Querida Adelaide,

Estou pronta, graças a todas as boas energias que me têm rodeado (família, amigos com blogue, amigos sem blogue hihihihihi)
Obrigada

**