Recortes

Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender. Alexandre Herculano

terça-feira, 21 de julho de 2009

Ansiedade

Não sei explicar as razões mas há vários dias que padeço de uma ansiedade que desconheço.
Sempre fui uma criança, adolescente, jovem ansiosa. Felizmente, tenho vindo a dominar alguns aspectos da mesma, juntamente com o meu crescimento pessoal, mas há algumas semanas que procuro uma razão plausível para este aperto no coração e não a identifico.
Fará parte destes últimos momentos de reflexão?... Estarei eu à espera de algo sem ter essa consciência?... Presentimentos?...
As minhas técnicas de relaxamento não estão a resultar. Que se passa Marise Catrine?!

11 comentários:

Adelaide Figueiredo disse...

Marise Catrine,

Por vezes temos épocas assim. Quanto mais nos perguntamos porque estamos ansiosas mais ansiosas ficamos.
Deixe o tempo rolar, dê um passeio pela natureza, tente talvez dormir mais e descansar. Talvez esteja a precisar de férias. Ou talvez esteja de férias e esteja ansiosa por começar a trabalhar.

Beijocas

Essencialma disse...

Por vezes é dificil perceber essas emoções de aperto...acho que pode ser cada uma das coisas que disseste...o que não ajuda muito..
Mas se é da reflexão tens de perceber a emoção associada, ou porque...para que sej mais fácil trabalhar...
Se for pressentimento, vais descobrir...
Mas em qualquer uma das situações, tem paciência e deixa a vida apresentar-se!

Bijinhos enormes...

Marise Catrine disse...

Querida Adelaide,

De férias preciso eu, sem dúvida. Mas é verdade, acho que quanto mais se pensa nisso, mais difícil é ultrapassare essa sensação.

Beijocas

Marise Catrine disse...

Essencialma, borboletinha companheira:"deixa a vida apresentar-se" :))Gostei muito. É um bom ensinamento, quiçá tudo acaba por melhorar mesmo.E assim fico, a meditar na frase...OBRIGADA!Beijocas mil

António Rosa, José disse...

Talvez se recorde que colaborou comigo no «Cova do Urso», deixando a(s) sua(s) pergunta(s) para a entrevista colectiva que me fizeram.

Essa entrevista será publicada hoje, dia 22, às 13:35 (Brasil) / 17:35 (Portugal), no post «Entrevista-me - Perguntas e Respostas», para comemorarmos a entrada do Sol no signo Leão.

Terei muito prazer em recebê-lo/a.

Aproveito para informar que o blog «Cova do Urso» vai estar encerrado ao público, por motivos de obras internas, a partir de sexta-feira próxima, devendo reabrir no domingo.

Agradecido pela atenção.

Abraço

António Rosa

Shin Tau disse...

Marise como gostaria de te dar um abração, envolver-te e colocar o meu coração juntinho ao teu :)

Não tenho palavras para ti pois não faço ideia de onde essa ansiedade vem. Pode ser tudo e pode ser nada.

Talvez fosse bom fazeres um balanço, coisas boas que te deixam feliz e coisas menos boas que te deixam menos bem, escrever isso no teu diário ou fazer tipo conclusão de ciclo. Talvez aí encontres uma situação que até pode justificar a tua ansiedade.

Entretanto lembrei-me que podes estar assim apenas por estares a sentir a lua negra! Esta altura é muito propícia a que assuntos recalcados venham ao consciente, é altura de ir ao lodo que está assente nas nossas águas interiores! Ainda por cima com o eclipse solar em caranguejo...

Como gostava de te pôr as mãozinhas em cima e fazer-te uma limpeza :))))
Como não posso vou-te enviando boa energia por pensamento ;*

Marise Catrine disse...

Minha doce Shinita,

Sinto-me muito feliz por te ter na minha vida, ainda que há distância.
Ao ler algumas coisitas (inclusive no Grimmoire) lembrei-me que poderia ser essa influência que falas.
Ao escrever e reflectir ( e apesar de ter a noção que até pode não ser nada de nada), fiquei com a impressão que tudo se poderá dever a assuntos passados, mal resolvidos.
Também não sei se estará relacionado com algo que quero muito mas que, ao que parece, não será ainda a altura de acontecer (sabes do que falo)... apesar de eu achar que não penso nisso com frequência.
O que importa é que tudo serve para crescer mais um pouco.

Obrigada pela energia. E espero mesmo que me ponhas as mãozinhas um dia destes, literalmente falando!

hihihihihi

Beijocas

adriana disse...

Querida The Brise,

Às vezes captamos, feito antenas, uma ansiedade coletiva.
Em outras, ela vem com a gente mesmo.
De qualquer forma, o que importa é o seguinte:
Passa!
Sempre passa!
Liga, não!
Já já passa.

Envio um beijo bem calminho!
Vê se pega daí, ok?
Don't worry, Be happy!
:)

Marise Catrine disse...

Querida Adriana,

Que bela beijoca!
Muito reconfortantes as suas palavras...
Obrigada.

Espero que passe, calmamente.

;)

Beijocas

António Rosa, José disse...

Marise,

A agradecer a tua presença na festa. Muito obrigado.

Bem haja.


António

Marise Catrine disse...

António,

O prazer foi meu também. :))
Beijocas