Recortes

Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender. Alexandre Herculano

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Hopes and Dreams

O que são afinal os sonhos?
Simples actividade mental não dirigida, como nos tenta elucidar o dicionário?
Reflexos dos nossos medos ou desejos?
Eu acredito que serão um pouco desta última e daí terem a capacidade de nos fazer sentir medo ou excitação.
Faz-me confusão ouvir alguém dizer que nunca sonha. Para começar este é um conceito errado. Todos sonhamos, podemos é não nos recordar dos mesmos. Por vezes também não me recordo, mas na maioria das noites sou brindada com emoções fortes (sejam boas ou menos agradáveis). Curiosamente, os sonhos que mais nitidamente me ficam na memória são aqueles que me fazem acordar a meio da noite, tal o seu impacto.
A noite passada sonhei que aquele doce desejo se concretizava... e eu estava tão feliz!
Acordei com aquela sensação de que algo bom estará para acontecer. Agora que já passaram algumas horas caio na minha tendência para a análise e dou por mim a questionar se tudo não passa de simples actividade cerebral e se, por isso mesmo, devo ansiar pela concretização de algo baseada nas sensações de um sonho.
Burne-Jones * sleeping beauty
Desde cedo ouvimos que "o sonho comanda a vida" e tal não poderia estar mais certo, mas esse é outro tipo de sonho. É aquele que vivenciamos acordados, que experimentamos enquanto seres conscientes que têm ambições para a sua vivência neste habitat. Aquilo que me inquieta é a validade e o significado dos outros sonhos. Esses que se passam no subconsciente e que nos fazem despertar do sono com medo, com alegria, com prazer... Será que esses também acabam por nos influenciar? Serão mensagens de alerta ou de conforto para aquilo que nos vai na alma?
Este é sem dúvida um tema que me suscita bastante interesse. Quero aprender mais.

8 comentários:

Shin Tau disse...

Mi lobi,

ai os sonhos, os sonhos! Adoro tê-los e revivê-los. Os que me deixam com má impressão não me lembro muito deles, a não ser aqueles que teimam em regressar, os sonhos recorrentes, mas isso é outro assunto.

Há quem defenda que os sonhos são um diálogo que mantens com o teu Anjo da Guarda, que todos eles são conversar simbólicas. Acredito nisso!
Creio que esse foi um bombom oferecido, dizendo, confia pois será possível, se te faz tão feliz, como te poderia ser negado?!?

Quanto aos outros, mensagens, avisos, confoirmações. Aponta-os, um dia farão mais sentido!

Beijos linda sonhadora

Marise Catrine disse...

Ah como adorei o "lobi" ;)
Querida Shinita,
Quando escrevi o post recordei que já me tinhas sugerido a escrita dos mesmos. Acho que vou começar a fazê-lo.
Quanto ao último sonho... está relacionado com aquilo que te falei do email. Remember? Será um bom presságio?

Beijocas linda!

Essencialma disse...

Olá! Daquilo que é o mundo que me rodeia...só tu podes percber a validade dos teus sonhos, é uma aprendizagem que terás de fazer.
Há pessoas que conheço cujos sonhos são a fonte das mensagens que recebem para a sua vida...elas vêm como ajuda para perceber coisas, para as dirigir no dia a dia!
Da minha experiência pessoal...os sonhos por vezes servem para equacionar determinadas possibilidades, trabalhar determinadas emoções que estão por lá guardadas!
No que diz respeito aos bons sonhos não tenho lá grande experiência (dos a dormir)...mas eles dão pelo menos a possibilidade de acreditar que é possivel, essa boa sensação de o poder alcançar, e só se tornará numa ilusão e não num sonho, se as escolhas que fizeres na realidade não forem ao seu encontro...
qt ao realizar-se ou não tens de confiar no universo...porque de certeza e ele trará o melhor para ti, e se o melhor for isso, assim será!

Beijinhos

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Querida Marise,

Encanto é algo para sentir e guardar em algum lugar do nosso ser... Obrigado pelos rastros... Prezo-te mesmo e sempre!

Luz e paz!

Com carinho,
Whesley

Marise Catrine disse...

Essencialma,

Grata pelas tuas palavras. Sim, a minha experiência de vida já me ensinou que eu tenho que acreditar no Universo e o que tiver que ser meu, a mim virá. Sem pressas... Mas às vezes estes sonhos deixam-nos ansiosos ou um pouco nervosos. Talvez faça parte de quem está desperto para eles mas ainda não sabe muito bem como "digeri-los".
Beijocas

Marise Catrine disse...

Whesley,

;)

Beijo

Adelaide Figueiredo disse...

Marise Catrine,

Este texto é muito interessante. Quase sempre sonho e alguns sonhos até parecem realidade. às vezes são coisas que adorava que acontecessem. Geralmente nunca acontecem na realidade. Quantas vezes penso que foi bom vivê-las naquele bocadinho. Não fico ansiosa, apenas em paz. Se não acontecer na vida aconteceu em sonho. Acontece-me muitas vezes deitar-me cansada depois de um dia de trabalho e pensar - que será que vou sonhar esta noite? Geralmente são as noites em que tenho sonhos mais belos, como se fossem mais reais e verdadeiros.

Bjs

Marise Catrine disse...

Adelaide,

Que bom ter aqui mais um ponto de vista sobre este "mistério" dos sonhos.
às vezes parecem tão reais que, se forem bons, acordamos com aquela sensação enorme de felicidade. Foi o que me aconteceu com este em particular.
É interessante dizeres que pensas nos sonhos antes de ir dormir. Nunca tinha pensado nisso.
Vou pensar nessa sensação de paz da próxima vez que realizar desejo em sonho ;)

Beijocas